Já parou para pensar como as pessoas sempre falam em saúde e qualidade de vida, mas sem realmente se esforçarem para alcançar isso?

Fique comigo, no Gazeta Mercantil,  até o final e saiba porque Saúde e Qualidade de Vida são coisas totalmente diferentes para cada pessoa.

Eu mesma, por exemplo, sempre falei que meu sonho era ter mais qualidade de vida, morar na beira da praia, praticar exercícios, me alimentar melhor… Como se isso fosse coisa de outro mundo.

Na verdade, o grande problema é que estamos sempre falando nessas coisas no futuro – nunca no presente, e a triste verdade é que você só vai realmente conquistar o que deseja se começar AGORA!

Calma, não estou dizendo para você abandonar tudo e mudar radicalmente, até porque isso não daria certo nunca. O que você precisa é parar de falar e começar a agir.
Saúde e Qualidade de Vida

Saúde e Qualidade de Vida precisam de ATITUDE

Sim, são as atitudes que mudam realmente as coisas a nossa volta. E a boa notícia é que atitude não tem tamanho, pode começar com uma simples volta na quadra, trocando um copo de refrigerante por um de água ou suco.

Eu sugiro que você comece marcando uma consulta médica para um check-up, é simples e dependendo do seu plano de saúde, não vai custar nada a mais. E você já garante uma tranquilidade a mais.

Conceito de Saúde e Qualidade de Vida

Essa consulta médica é importante porque a maioria das pessoas associa qualidade de vida e saúde a praticar exercícios físicos e comer mais verduras, isso não está errado, mas não é só isso.

E o risco que você corre quando é sedentário e resolve começar a praticar exercícios aeróbicos de impacto é muito alto. Veja pelo índice de “atletas de final de semana” que dão entrada nos hospitais brasileiros por taquicardia e princípio de infarto.

Na verdade, antes de começar qualquer coisa, pare e pense o que é, de verdade, qualidade de vida para você…

Para mim sempre foi poder morar na praia, perto do mar. Mas para você pode ser morar em uma grande metrópole, perto do agito.

Para mim sempre foi evitar o trânsito ao máximo, mas para você pode ser passar o dia todo dirigindo.

Para mim, qualidade de vida é sentar em um sofá confortável e assistir a um bom filme na TV, para você pode ser acampar somente com uma mochila…

Entendeu como não podemos nos medir pela vida das outras pessoas?

Qualidade de Vida é estar vivendo algo que é prazeroso para você, se você gosta da vida noturna, numa grande cidade, próximo de shoppings e baladas, vai detestar viver no campo ouvindo o som dos pássaros.

Talvez até goste de passar uns dias lá, nas férias, mas morar lá é outra coisa completamente diferente.

Enquanto que saúde, essa é geral, igual para todos, mas deve ser alcançada de formas diferentes e é aí que as coisas se confundem.

Saúde é Igual para Todos, Qualidade de Vida Varia de Pessoa para Pessoa

Por exemplo, todos concordam que praticar exercícios físicos fazer bem para a saúde, mas a intensidade dele varia de pessoa para pessoa. Outro exemplo, comer vegetais escuros faz bem para a saúde, mas a quantidade consumida depende da taxa de ferritina que você tem.

Então, tenha sempre a saúde em primeiro lugar, ou consequentemente você não vai ter qualidade de vida vegetando em uma cama de hospital, mesmo que esse hospital fique na beira da praia, ou no centro da grande metrópole.

E, para alcançar esse estado de saúde plena, descubra o que realmente seja qualidade de vida para você e utilize!

Se você odeia praticar exercícios, opte por utilizar escadas sempre que puder, evitando o elevador, assim você já está se exercitando sem perceber.

Quanto a mim, meu sonho sempre foi morar na praia, e quando eu finalmente realizei esse sonho, descobri que estar morando em uma grande capital me dava mais prazer… Enfim, é a vida!

Bem vinda a mais um artigo da Gazeta Mercantil, hoje falaremos dos riscos da flacidez para a saúde. Você sabia que a pele flácida pode esconder algo muito mais grave?

Leia esse artigo até o final para saber tudo e deixe seus comentários, eles são importantes para nós.

Flacidez e seus riscos para a saúde

Flacidez, o que é?

Flacidez é quando nossa pele perde a firmeza e tenacidade naturais e começa a ficar mole, caída e com aspecto gelatinoso. Isso ocorre para todo mundo a partir dos 30 anos de idade, mas é depois dos 50 anos que os resultados realmente aparecem para todos.

O motivo disso é que nosso corpo vai perdendo aos poucos a capacidade de processar o colágeno presente no alimentos e, com isso, o pouco que consegue produzir acaba sendo utilizado em áreas mais críticas do nosso corpo.

Para saber mais sobre colágeno hidrolisado clique aqui.

É claro que, dependendo de seu estilo de vida, e da sua genética, os efeitos dessa diminuição de colágeno pode aparecer muito antes, ou bem depois dos 50 anos. Mas é melhor não arriscar, viu?

Flacidez, muito além da estética

É lógico que a maioria de nós fica incomodada com a questão estética, que é o que realmente mais salta aos olhos cada vez que ficamos em frente ao espelho.

Mas, se fosse só isso já seria ruim, só que pode ser bem pior.

A flacidez, além de tudo, é o sinal de que nossa pele está mais fraca, mais sensível. Isso pode acarretar em diversos problemas invisíveis para nossa saúde.

Uma pele frágil terá menos proteção contra infecções e doenças causadas por agentes externos, como fungos, vírus e bactérias.

Você estará muito mais exposta aos raios ultravioletas, sendo um alvo fácil para o surgimento de câncer de pele.

Como se Proteger

Agora que você já sabe que os riscos da pele flácida estão muito além da estética e podem provocar desde doenças de pele, incluindo o câncer, como infecções muito graves, é importante que você aprenda a se proteger imediatamente, e já comece um plano de médio a longo prazo para reverter a flacidez.

Sim, é possível eliminar a flacidez. Mas precisa ter paciência.

Antes de mais nada, se você ainda não tem o hábito de usar protetor solar (ou filtro solar), pare tudo o que estiver fazendo e comece a utilizar. Os benefícios do uso do filtro só serão sentidos no futuro. Melhor dizendo, você NUNCA notará os benefícios do USO, somente os malefícios do NÃO USO do filtro solar.

Existem opções no mercado com colágeno, o que além de proteger contra os raios nocivos do sol, ajudam a firmar a pele. São mais caros que os tradicionais, mas se puder, prefira-os.

Existe um vídeo de mais de 10 anos, narrado pelo jornalista Pedro Bial que é muito motivador e fala justamente sobre isso. Veja abaixo:

Abaixo, seguem algumas dicas de cuidados que você precisa ter para proteger sua saúde:

  • Use e abuse de filtro solar;
  • Beba bastante água;
  • Tenha uma noite de sono consistente;
  • Mantenha uma dieta equilibrada;
  • Evite refrigerantes e alimentos gordurosos.

Pronto, esses são os cuidados básicos que você precisa ter para prevenir sua saúde de doenças causadas pela fragilidade causada pela flacidez.

Agora vamos ver como combater a flacidez e melhorar a pele.

Eliminando a Flacidez

Então, seguindo nossa estratégia, você precisa fortalecer sua pele para que ela se firme.

É importante que você entenda que existe diferença entre flacidez muscular e flacidez de pele. A flacidez muscular só se resolve com musculação, nenhum outro método vai ajudar.

Já a flacidez de pele você pode optar por fazer cirurgia estética para retirar o excesso, mas isso só resolve esteticamente, pois sua pele continuará frágil. Para resolver o que importa você precisa repor o colágeno de seu corpo numa taxa que ele possa utilizar nas regiões mais críticas, como no cérebro e em alguns órgãos, e consequentemente, sobre para a pele.

Então, trate de incluir ossobuco, por ser rico em tutano, e músculos bovinos em sua dieta. Procure por receitas com esses ingredientes por aí e delicie-se.

Outra alternativa é utilizar suplementos de colágeno. Nesse caso, prefira o colágeno hidrolisado, pois essa versão vem já pré processada e seu organismo vai conseguir absorver muito mais rápido, trazendo um resultado muito melhor.

Recomendamos que você conheça o Renova 31, pois esse produto, além de ser o mais vendido do Brasil, também é o que possui a quantidade mais concentrada, sendo melhor aproveitado.

Outros cuidados já citados acima também ajudam, beber bastante água, ter uma rotina de sono, evitar estresse.

Viva mais Saudável

Espero que as dicas passadas ajudem você a evitar os riscos da flacidez. E a tenham ajudado a entender que isso não é só uma questão estética!

Vou aguardar seus comentários!